quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Classe C invade a web

Media On mostra que nova classe média deixou de ser nicho para ser maioria

“Você que saiu do Orkut porque a classe C entrou, se prepare. Eles chegaram no Facebook, no Twitter e em toda a parte”. A frase, dita em tom de brincadeira por Renato Meirelles, sócio-diretor do Data Popular, resume bem o fenômeno da invasão da nova classe média na internet. Em palestra no Media On, seminário internacional de jornalismo online realizado entre esta quarta (23) e quinta-feira (24), em São Paulo, Meirelles ajudou a traçar o perfil da classe C, que cada vez mais toma conta do mundo digital.

Segundo o executivo, a explosão dessa nova divisão socioeconômica faz com que a classe C já responda por 53,9% da população brasileira, 56% da internet e 50% dos usuários de banda larga, além de também responder por quase 60% dos usuários de redes sociais. Portanto, para Meirelles, a “classe C não é mais um nicho, mas sim maioria”. Além disso, a distribuição geográfica também está mudando. Embora a Região Sudeste ainda corresponda ao maior número de usuários, o crescimento nas áreas menos desenvolvidas está cada vez mais acelerado. O Acre, por exemplo, apresentou um aumento de 1118% nos acessos ao UOL, segundo o diretor de conteúdo do portal, Rodrigo Flores.

Outro fato relevante é que essa classe social ascendente, apoiada no bom momento da economia brasileira, também é a mais otimista em relação ao futuro. Segundo dados do Data Popular, 80% da classe C acha que sua condição irá melhorar e, entre os que acessam a internet, a porcentagem é de 89%. Esse otimismo pode ser traduzido em diversas formas de fazer acontecer, como viagens, cursos e outros itens de bens ou serviços, segundo Renato Meirelles.

Esse novo tipo de consumidor online traz mudanças no mercado. Flores diz que o próprio UOL mudou parte de sua apresentação para atingir também a nova classe média, voltando o BOL especialmente para este mercado, e conseguiu melhor desempenho por isso, mas que os interesses principais – bate-papo, esportes, notícias, entretenimento, vídeos – continuam basicamente os mesmos.

Independentemente da explosão da classe C, o Brasil já é um grande mercado da web. Em uma projeção, Alex Banks, vice-presidente da ComScore para a América Latina, mostra que o País será a 7ª maior audiência digital do mundo em 15 anos e que, atualmente, as notícias online têm 99,2% de alcance entre a população, enquanto os blogs têm 97% de alcance. Outro número curioso é o aumento acelerado de acesso à internet por meio mobile e de tablets, que já representam 1% de todo o conteúdo acessado no Brasil e 2,4% do conteúdo noticioso.

Blogs e redes sociais

Outro fator analisado foi a concorrência que os blogs e as redes sociais fazem frente a veículos noticiosos na internet no quesito divisão de audiência. No entanto, para os palestrantes do segundo dia do Media On, os dois lados são bens complementares. “Blogs e redes sociais não concorrem com a informação formal. A coluna informal é necessária”, afirma Rodrigo Flores, do UOL.

Para Alex Banks, o Brasil possui um grande número de players inteligentes de informação massiva, que acabam se aproveitando a audiência dos blogs e das redes sociais. “Os blogs vivem do hard news, o brasileiro deixa os blogs para a análise do que está acontecendo na mídia”, diz Banks.

por Felipe Collins Figueiredo, do Propaganda e Marketing

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Projeto Consumidor 2012 - Customização geográfica

Chegamos ao final de mais um ano. Festas, família, viagens, tudo isso já faz parte da rotina nesta época do ano, mas tem também aquela lista de promessas que fazemos a fim de traçar metas e objetivos para o ano que está chegando e, pensando nisso, estou lançando hoje o Projeto Consumidor 2012. A ideia desse projeto é ajudar vocês a construir sua to do list de 2012 quando se trata de estratégias voltadas aos seus consumidores. A cada semana um foco diferente para suas estratégias e o post de hoje vai tratar da customização geográfica. Tome nota.

No primeiro semestre de 2011 verificamos uma desaceleração no consumo em função da alta dos preços, no entanto, duas regiões específicas passaram a sustentar o crescimento de nosso país: Norte e Nordeste juntos e Sul.

Dois extremos geográficos com estruturas domiciliares, comportamento de compras e hábitos de consumo completamente diferentes que obtiveram forte expansão em desembolso representando 12% para NNE e 13% para o Sul frente a um crescimento de 10% em todo o Brasil.

Quando falamos de estrutura domiciliar, a região Sul responde por 7,3 milhões de lares e Norte e Nordeste por 12,8 milhões. No entanto, quando relacionamos ao consumo do Brasil, os sulistas são responsáveis por 15% de todo desembolso do país enquanto que o Norte e Nordeste por 27%.

No mesmo período pesquisado pela Kantar Worldpanel, outro dado relevante foi o crescimento em unidades compradas representando 4% no NNE e 9% no Sul enquanto que no Brasil esse crescimento foi bem mais moderado, de apenas 2%. Das categorias escolhidas por essas regiões estão as de maior valor agregado como Detergente Líquido para Roupa, Sorvete, Sobremesa Pronta, entre outras.

Em um país em que duas regiões tão diferentes em tamanho geográfico, descendência étnica, quantidade de habitantes, clima e outras inúmeras características sustentam seu crescimento, entender as aspirações desses consumidores e atendê-las será o seu diferencial.
Carlos Cotos é presidente da Kantar Worldpanel Brasil.

Do Meio e Mensagem

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Representatividade

Sambista, jornalista e gente boa, Sérgio Cabral, pai do governador do Rio, era vereador quando foi abordado em um restaurante por um sujeito mal-educado: “E aí, ainda tem muito ladrão lá na Câmara?” Cabral lembrou com elegância que havia também vereadores dignos e dedicados e pôs fim ao papo de um jeito que o homem ficou sem saber se era elogio ou insulto:
- Fique tranquilo: o senhor está muito bem representado...

Novo Código acabará com prisões por pensão

O novo Código de Processo Civil pode pôr fim às prisões por não pagamento de pensão alimentícia. O relator do CPC na Câmara, deputado Sérgio Carneiro (PT-BA), vai incluir emenda no texto em que muda a forma de punição. Em lugar de detenção imediata, o cidadão terá seu nome incluído no Serviço de Proteção ao Crédito e no Serasa. Para limpar o nome, será obrigado a quitar a dívida na Justiça.

Só por outros motivos

O devedor só será preso em caso de abuso contra autoridade, por reincidência ou por decisão do juiz sob avaliação especial.

PhD em família

Sergio Carneiro é especialista em Direito de Família. Ele priorizará o tema no seu relatório, que tramita nas comissões.

Sem promotor

Outro item do relatório do novo Código de Processo Civil trata do fim da obrigatoriedade de promotor em audiências de conflitos de casais.

do site de claudio humberto.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Campanha Prêmio ABMP 2011











Já sou finalista ao Prêmio. Este é o e-mail marketing que lançamos para a campanha. Valeu!

Macaco Simão, do UOL

Ueba! Berlusconi vem pro Bahamas!



Estudante tem meia-entrada e agora meia-saída. E a boca de fumo, era meia boca?


Buemba! Buemba! Macaco Simão urgente! O esculhambador-geral da República!
Direto do planeta da piada pronta: "Una Healy está grávida do jogador de rúgbi Ben Foden". Rarará! E o ministro do Trabalho diz que só sai abatido à bala. A Dilma vai ter de usar garrucha? Rarará! Ou então ele vai andar no Caveirão do Bope, ministro à prova de bala!
E bunga bunga urgente! O Berlusconi vai renunciar. Agora não adianta mais. Devia ter renunciado há uns dez anos. E a manchete do Fonte de Humor: "Berlusconi vem pro Brasil pra reabrir o Bahamas". Tá certo. Com aquela careca, ele parece um vibrador usado. Rarará!
Isso! O Berlusconi tem cara de vibrador usado! O BerlusCOME! Berluscome todas! E, antes de renunciar, ele vai receber uma comenda. Uma comenda melhor que a encomenda: uma medalha de honra ao meretrício. Por ter transformado a Itália numa zona! Rarará!
E um leitor me disse que o Berlusconi foi o único que adotou de fato a zona do euro. Comeu todas as gostosas do euro. Agora ele vai ensinar bunga bunga pro povo da melhor idade. Dou aulas de bunga bunga! E a definição definitiva do Berlusconi: um Maluf pornô! Rarará!
E essa: "Delegado reduz fiança dos alunos da USP". Todo mundo adorou essa: meia fiança. Tá certo: estudante tem meia-entrada e agora meia-saída.
E a boca de fumo, era meia boca? Estudante paga meia em cinema, estádio e delegacia. E sabe o que um PM fez assim que chegou à USP? Pegou o celular e ligou pra mãe: "Mãe, entrei na universidade". Essa é a charge do Sinfronio!
E posso fazer uma pergunta: e se a PM cismar que um casal se beijando no campus é atentado ao pudor?! É mole? É mole, mas sobe!O brasileiro é cordial!
Olha a placa num poste em BH: "Você que bota seu cachorro pra defecar na minha calçada sinta-se ameaçado. Vou te dar uma surra de mangueira". Surra de mangueira? Que primitivo! Rarará!
E mais um predestinado. Direto de São José dos Campos, o lutador de MMA e professor de jiu-jítsu Carlos Machuca. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje, só amanhã.
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

simao@uol.com.br
@jose_simao

Folha de S. Paulo, 10 de novembro de 2011

Benetton lança mais uma campanha polêmica - veja o filme













Benetton lança mais uma campanha polêmica - veja o filme

VOX NEWS - 17/11/2011

"Unhate" é o título da nova campanha mundial da Benetton que tem como objetivo se opor à cultura do ódio. Traz como tema central o beijo e mostra líderes mundiais se beijando, entre eles, Barack Obama e o líder chinês Hu Jintao; o Papa Bento XVI e Ahmed Mohamed el-Tayeb, imã da mesquita de Al-Azhar no Cairo (o mais importante e moderado centro de estudos islâmico sunita do mundo); o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.



terça-feira, 1 de novembro de 2011

Macaco Simão, do UOL

Halloween! Troca bruxa pelo saci!


E atenção para os que desconhecem as nossas lendas: o Saci não é símbolo da Cracolândia!


BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão urgente! O esculhambador-geral da República! E o melhor ouro do Pan: "Após borrar a calça Felipe Kitadai é ouro no judô". Tão dizendo que ele ganhou de cagada. Rarará. Em vez de ippon, ele soltou um ippum. O Pan do pum!
E adorei a charge do Lute: a primeira medida que o Aldo Rebelo tomou, quando sentou na cadeira, foi afivelar o cinto de segurança. Rarará. Senhores ministros, favor afivelar o cinto de segurança! E ontem foi Halloween! Acorda, Serra. Levanta do caixão! Pega a vassoura, Dilma. Todos pra Noite do Terror, no Playcenter.
A Dilma já parece uma abóbora. Só falta acender uma vela na boca! Rarará. E todo o dia o Serra levanta, se olha no espelho e o espelho grita: "Halloween de novo?!". Pro espelho do Serra, todo dia é dia de Halloween!
A minha sogra foi comprar máscara de Halloween e só ofereceram o elástico! Rarará. Mas tem um grupo, inclusive o Aldo Rabelo, que diz que Halloween é coisa de gringo.
A gente tem que comemorar o Dia do Saci! E atenção para os que desconhecem as nossas lendas: o Saci não é símbolo da Cracolândia!
E pra comemorar o Dia do Saci, sabe o que o saci falou pra sacia? Fica de três! Rarará! E abóbora com vela dentro é coisa de gringo. Abóbora no Brasil só com carne seca. Raloim com carne seca!
E o Aldo Rabelo vai promover um jogo pré-Copa chamado amistoso do Saci: dois times de sacis e, no lugar da bola, uma abóbora! Rarará!
Já imaginou o Saci de chuteira Nike? E sabe o que o Saci falou? Vou num pé e volto no mesmo! Rarará!
E pra encerrar o Dia do Saci, a piada de todos os anos: o bom de namorar o saci é que, se ele te der um pé na bunda, quem cai é ele.
O melhor pé na bunda que existe é ver o outro caindo! Rarará! É mole? É mole mas sobe!
E a minha série "Os Predestinados"! Direto de Porto Alegre, a personal trainer Jane Pancinha!
Tem uma amiga minha que chama pança de panceps. Eu tenho bíceps, tríceps e panceps! Rarará! E esse funcionário da Caixa Econômica Federal: AGÊNCIO Salgado!
E essa direto da Tribuna do Espírito Santo: "Mulher flagra traição e mata o marido". Como era o nome do marido? Nelson Fiel! Socuerro! Nóis sofre, mas nóis goza.
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

simao@uol.com.br

@jose_simao

Folha de S. Paulo, 01 de novembro de 2011
" Só serei governo pelo voto "
Deputado ACM Neto (BA),negando que pretenda trocar o DEM pelo PMDB

Comentário do blog: Apesar de se mostrar bastante combativo e competente em seu papel de opositor, não podemos esquecer a origem, o DNA, desse rapaz.

Daniela Mercury: "O crack tomou conta de Salvador"

















por Josemar Arlego

Daniela Mercury participou nesta segunda-feira (31), do programa "Salto Alto", da rádio CBN. A Rainha do Axé falou, dentre outros assuntos, sobre a sua indignação diante dos problemas socioeconômicos brasileiros e a falta de ação da população em geral. "Fico tentando entender porque a gente é assim? Aceita tanta corrupção, desrespeito aos direitos e tanta humilhação (...) As leis brasileiras são muito confusas, muita lei mas não se respeita nenhuma", disse.

Em continuação, a cantora explicou que o motivo do brasileiro ser passivo e "dar a cara para bater 50 vezes" poderia estar relacionada ao catolicismo e a crença de "esperar que Deus resolva tudo". "Se esperarmos que Deus ajude o país, nada vai mudar (...) Tô de saco cheio desse atraso brasileiro", frisou. Como exemplo de problema social, Daniela destacou a violência e o tráfico de drogas da capital baiana. "Salvador esta violentíssima, o crack tomou conta da cidade, isso me desespera e me deixa indignada", explicou. Para ela, a origem dos problemas está na negligência do povo na hora de votar nos seus candidatos. As informações são do Correio*.



Comentário do blog: Daniela e Carlinhos Brown estão a anos-luz de outros artistas novos da música baiana, que, na maioria das vezes, tem prazo de validade curto.

Alô Alô: Baiano é uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio

O empresário e publicitário baiano Marco Lessa foi eleito, pela segunda vez, uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio no Br...