quarta-feira, 28 de março de 2012

Conar proíbe filme de Red Bull com Jesus

Comercial gerou muitas críticas em blogs e sites religiosos
Alexandre Zaghi Lemos, do propaganda e marketing

Depois de receber centenas de reclamações, o Conar decidiu nesta terça-feira, 27, pela sustação do comercial da Red Bull que mostra uma animação de Jesus Cristo andando sobre as águas. O órgão considerou que o filme fere a respeitabilidade religiosa. A decisão foi tomada pela maioria de votos dos 15 conselheiros presentes na reunião da Sexta Câmara do Conselho de Ética, realizada na sede do Conar, em São Paulo. O comercial é uma animação importada, criada pela agência austríaca Kastner & Partners, que gerou muitas críticas em blogs e sites religiosos. No Brasil, a conta de Red Bull é atendida pela Loducca, que cuidou da adaptação do filme para o País e da compra de mídia.

Na reunião desta terça-feira, 27, o Conar decidiu ainda pela sustação de outras duas campanhas: “Congele a água em um segundo”, da Trident, da Kraft Foods Brasil, processo que ainda rendeu uma advertência ao anunciante; e “Cresce, define, emagrece”, do laboratório Nutrilatina. Ambas decisões foram unânimes.

Que fria, governador

Flagrado em cortejo oficial chegando a uma festa de sua candidata a prefeita de João Pessoa, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), usava carro com placa (NQC 0876), que, segundo o Detran-PB, não existe. A placa é fria, mas o dinheiro do contribuinte é quente.

do site de claudio humberto.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Conquista: Prefeitura bota chip na farda da rede municipal

Pioneira em todo o Brasil, a prefeitura de Vitória da Conquista disponibilizará “uniformes inteligentes” para 20 mil alunos da rede municipal de ensino. A novidade trará um chip na vestimenta que avisará aos pais de alunos via SMS sobre a chegada e a saída dos filhos em 25 escolas da terceira maior cidade baiana. Ao todo, a administração municipal investiu R$ 1,2 milhão na inovação via rádio frequência digna de romances de ficção científica. “A nova farda vai melhorar a segurança dos alunos, contribuir para aumentar as taxas de frequência nas aulas e, consequentemente, deixar as famílias mais tranquilas”, explicou o prefeito Guilherme Menezes (PT).

do bahia notícias.

Comentário do blog: Se eu fosse adepto das teorias conspiratórias, poderia achar que este chip também serviria para controlar acesso a caminhadas e comícios na fase eleitoral...

Ex- ministro da Cultura, Juca Ferreira critica a atual, Ana de Holanda.

Clique no título e leia, no blog Farofafá

5º Congresso de Comunicação define temas

Depois de reuniões entre os dirigentes do ForCom (Fórum Permanente da Indústria de Comunicação), foram definidos os temas do 5º Congresso Brasileiro da Indústria de Comunicação, que será realizado em São Paulo entre os dias 28 e 30 de maio de 2012. São eles: O futuro da profissão; As empresas de comunicação brasileiras e o mercado global; Comunicação, crescimento econômico e desenvolvimento humano; Liberdade de expressão e democracia; Comunicação one-to-one: personalização x privacidade; As novas tecnologias e as novas fronteiras de mídia; Sustentabilidade e comunicação; Criatividade e sucesso; A reputação das empresas, SAC e as redes sociais; Pesquisa: a importância de conhecer a opinião do consumidor de comunicação e Regionalização.

(http://www.meioemensagem.com.br)

Fica logo bom, Lula!

Comentário de Ricardo Noblat

Candido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara dos Deputados até a semana passada, deve estar rindo à toa.

Dilma o substituiu por Arlindo Chinaglia (PT-SP), ex-presidente da Câmara.

Vaccarezza era acusado de conversar demais com o PMDB, negociar demais com o PMDB, e votar de menos.

Marco Maia (PT-RS), presidente da Câmara, resolveu pôr, ontem, em votação a Lei Geral da Copa. Com o apoio de Chinaglia.

Resultado: o governo perdeu. Faltaram votos para aprovar a lei. A votação foi adiada.

O governo também foi derrotado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Ali foi aprovada a admissibilidade de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que determina que passe pelo Congresso a demarcação de terras indígenas, o reconhecimento de terras quilombolas e a definição de áreas de preservação ambiental.

Dilma pensa que conseguirá tudo o que quer no Congresso batendo com o pé no chão. Ou gritando com todo mundo. Ou ameaçando todo mundo.

Ulysses Guimarães, presidente do PMDB na época da ditatura de 64 e, depois, condestável da chamada Nova República, ensinou: "Política é muita saliva". E exige três coisas: paciência, paciência e paciência.

Dilma não é do ramo.

Lula, que é, recupera-se de um câncer na laringe.

Se não voltar logo a aconselhar Dilma será um desastre atrás do outro.

do blog do Noblat

UnB quebra o sigilo do voto da urna eletrônica

Luís Osvaldo Grossmann, Convergência Digital

Um grupo da Universidade de Brasília conseguiu quebrar a segurança da urna eletrônica, nos testes promovidos esta semana pelo Tribunal Superior Eleitoral. Eles conseguiram recuperar a sequência dos votos, - o que, ao menos em tese, permite violar o sigilo das opções de cada eleitor.

Formado por professores e alunos da Faculdade de Ciências da Computação, o grupo 1, dos 9 inscritos para os testes, teve sucesso em desfazer o embaralhamento dos votos e, assim, extrair uma lista que indica quem votou em quem.

“Conseguimos recuperar 474 de 475 votos de uma eleição na ordem em que foram inseridos na urna”, revela o coordenador do grupo, o professor Diego Freitas Aranha, doutor em criptografia pela Universidade de Campinas (Unicamp).

Originalmente o plano de teste previa a recuperação de 20 votos, mas o próprio TSE desafiou o grupo a resgatar 82% dos votos de uma fictícia sessão eleitoral com 580 inscritos - percentual que equivale à média de comparecimento nas eleições brasileiras.

O professor Diego Aranha ressalta, no entanto, que a tarefa de violar completamente o sigilo do voto ainda está incompleta. “Precisamos da lista externa de votação para chegar ao nome dos eleitores”, afirma.

Como explica o coordenador do grupo, até aqui a equipe conseguiu determinar que o primeiro eleitor votou no candidato X, o segundo no candidato Y, e assim sucessivamente. Com a relação da votação - aquela que fica com os mesários - seria possível associar cada eleitor, pelo nome, ao votado.

A exemplo das edições anteriores dos testes, o tempo limitado de acesso à urna eletrônica - três dias, entre 20 e 22/3 - impediu avanços ainda mais significativos na quebra da segurança do sistema eletrônico de votação.

Diferentemente das versões anteriores dos testes do TSE, desta vez o tribunal permitiu acesso ao código fonte da urna - ainda que com restrições durante a fase de preparação dos exames, que antes de iniciados passam pelo crivo da Justiça eleitoral.

Apesar de festejar o sucesso na experiência, o grupo ainda não pode revelar os detalhes do feito - o TSE exigiu um compromisso de que apenas informações preliminares fossem divulgadas antes do relatório final com as considerações do próprio tribunal.

do blog do Noblat.

Alô Alô: Baiano é uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio

O empresário e publicitário baiano Marco Lessa foi eleito, pela segunda vez, uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio no Br...