terça-feira, 12 de março de 2013


RBS vende Canal Rural

RBS vende Canal Rural

J&F Investimentos comprou a emissora de TV especializada no agronegócio
por Ana Paula Jung

do PROPMARK
O Grupo RBS assinou, na semana passada, a venda do Canal Rural para a J&F Investimentos. O anúncio do negócio foi no último dia 20. O Canal Rural é a principal emissora de televisão especializada no agronegócio. A estratégia da J&F é investir em empresas com potencial de crescimento e, ao mesmo tempo, estreitar sua relação com o agronegócio, já estabelecida por meio de suas empresas.
De acordo com Humberto Farias, diretor de novos negócios da J&F, por ser uma companhia fechada, o valor do negócio não é divulgado. Farias conta que a J&F costuma “olhar” ativos que a empresa acredita que tenham condições de agregar valor aos negócios do grupo, seja pelo alinhamento estratégico e posicionamento empresarial ou porque acha que tem condições de gerar mais valor.
“Neste caso específico, a gente olhava para o Canal Rural e via que era o melhor ativo do nicho onde está posicionado, tinha bom management e podia valer mais ainda nas nossas mãos porque estava num contexto estratégico”, conta Farias. “Já na RBS não tinha esse alinhamento estratégico. Nosso grupo nasceu no agro, temos várias outras empresas ligadas ao agronegócio. Nós temos muita interação com o setor. Nossa visão é que este ativo aqui pode ter mais valor”, explica.
Mesmo sem experiência em televisão, o diretor de novos negócios da J&F conta que só compraram o Canal Rural porque tem um bom management. “Não conhecemos o negócio em televisão, mas a diretoria atual conhece. Vamos manter a mesma equipe”, adianta. O diretor-geral do Canal Rural continua sendo Donario Lopes de Almeida e a equipe permanece a mesma. “Não temos nenhum plano de redução. Pelo contrário. Ainda temos um período de transição que pode chegar a um ano”, destaca.
Farias conta ainda que o canal segue sendo uma empresa independente. “Entendemos que o ativo do Canal Rural é justamente a sua independência”, diz. “Não olhamos como um negócio de mídia clássico, mas pela aderência enorme ao nosso posicionamento empresarial. O canal continua sendo independente na linha editorial”, reforça ele.
A J&F afirma que não pretende adquirir outros veículos de mídia. A empresa investe em vários setores da economia como a JBS, maior processadora de proteína animal do mundo; a Vigor, de produtos lácteos; a Flora, de cosméticos e limpeza; a Eldorado, de celulose; o Banco Original, que é uma instituição financeira voltada ao agronegócio; a Oklahoma e a Floresta Agropecuária, do setor de agronegócios. Atualmente, a J&F reúne cerca de 150 mil colaboradores, responsáveis pela produção e comercialização de 50 marcas. A proposta do grupo é encontrar oportunidades de investimento e profissionalizar a gestão das empresas.
O Canal Rural, considerado o mais importante meio de comunicação dirigido aos produtores rurais e profissionais do setor, tem grande audiência no segmento, com aproximadamente 110 milhões de telespectadores potenciais, principalmente através de antena parabólica. O Canal Rural foi criado pelo Grupo RBS há 16 anos. É pioneiro e líder na transmissão de leilões, cobrindo mais de 400 eventos por ano em todas as regiões do país. É, hoje, uma abrangente plataforma de comunicação, incluindo mídias como TV, internet e mobile, além de promover eventos, oferecer capacitação profissional por meio de MBAs e telecursos. Além da programação jornalística com cobertura nacional das atividades ligadas ao agronegócio, o Canal Rural oferece soluções de comunicação para empresas e marcas que precisam interagir com o setor.
Segundo Eduardo Sirotsky Melzer, presidente-executivo do Grupo RBS, com a venda do Canal Rural, o foco de investimentos e expansão do Grupo RBS será nos veículos de comunicação no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e, nacionalmente, os negócios digitais e a educação executiva. Na visão de Melzer, dentro da estratégia de expansão da RBS, o Canal Rural, mesmo sendo um ativo importante, deixou de ser prioritário. “A oferta da J&F, reconhecida pela visão de longo prazo para o desenvolvimento do meio rural, veio ao encontro dos objetivos de ambos os grupos”, afirmou ele.

Brasileiro ainda prefere mídias tradicionais, aponta pesquisa

Gasto médio do país no setor é de US$ 15 ao mês

por propmark




O brasileiro é o povo que mais investe no consumo de mídias tradicionais — televisão, rádio, jornais e revistas — no mundo, aponta uma pesquisa realizada pela KPMG International. A média de gasto dos habitantes locais com esse setor é de US$ 15 ao mês. Os gastos com os meios tradicionais são duas vezes e meia maior que a quantia destinada à mídia digital, que registra média de US$ 6 ao mês. Ainda assim, o Brasil é o país com a segunda maior média de consumo de mídias digitais, atrás somente da China.
O levantamento da KPMG, intitulado "Debate Digital 2013 – Emergência do consumidor digital multitarefas", constatou ainda que a televisão, o rádio e veículos impressos ainda são as mídias tradicionais mais usadas internacionalmente. Mesmo esse cenário refletido no Brasil, porém, o país registrou a maior média de tempo gasto em redes sociais e canais de notícias online.
Multitarefa
A pesquisa considerou também o usuário multitarefa, que consome dois tipos de mídia ao mesmo tempo. No Brasil, a atividade mais realizada foi ver televisão e acessar a internet por motivos que não sejam navegar nas redes sociais, por meio de um PC ou laptop, com 57% dos apontamentos. Outra recorrência foi ouvir rádio e acessar a internet por outros motivos que não interagir com redes sociais, a partir de um PC ou laptop, com 39%; e assistir TV ao acessar uma rede social, com 37%.
Com relação à preferência de consumo, os brasileiros apreciam variedade de conteúdo online, mas ainda preferem assistir televisão em aparelhos convencionais. Outro ponto destacado pela pesquisa é que os consumidores brasileiros (62%) também estão dispostos a receber publicidade em seus dispositivos móveis ou em seus PCs em troca de conteúdo gratuito.
Foram entrevistados nove mil consumidores distribuídos por nove países: Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha, Reino Unido, Austrália, China, Cingapura e Brasil. Por conta da grande extensão dos territórios brasileiro e chinês, o levantamento considerou, nessas localidades, somente as populações das regiões metropolitanas.

ABC DA NOITE É ARROMBADO DOIS DIAS APÓS TOMBAMENTO



O proprietário, Caboclo Alencar, observa estragos causados pelos ladrões (Foto Marcos Carvalho/Blog do Thame).
O proprietário, Caboclo Alencar, observa estragos causados pelos ladrões (Foto Marcos Carvalho/Blog do Thame).
Numa cidade refém da violência, depois da comemoração vem a decepção. Passados três dias do tombamento do ABC da Noite, um dos mais tradicionais botecos de Itabuna, em meio a uma grande festa na Lavagem do Beco do Fuxico, ao chegar ao local na manhã desta terça-feira, o Caboco Alencar se deparou com o telhado arrombamento.
Durante a noite, marginais entraram no ABC da Noite pelo telhado e surrupiaram cerca de 300 reais do caixa. Nem chegaram a tocar nas batidas, posto que esses vagabundos devem ser chegados mesmo é em maconha, crack e pinga vagabunda.
Resignado, o Caboco Alencar registrou queixa na delegacia de policia. Tem tanta esperança de que os bandidos sejam presos como a de que o saci Pererê, Papai Noel, Coelhinho da Pascoa e Mula sem Cabeça aparaçam no ABC pra tomar uma. Confira fotos e íntegra do texto no Blog do Thame

Gracinha

O deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) brincou no Twitter que o “PSDB vai processar cardeais pela roupa vermelha, que só usam para ajudar o PT”. Não comentou se os cardeais seriam bolivarianos também.

do site de claudio humberto.

Deputados foram
chorar Chávez
por nossa conta

Aviões da Presidência da República viraram casa da mãe Joana: pelo menos sete deputados adoradores de Hugo Chávez viajaram com tudo pago ao não-enterro do semiditador, em Caracas. O transporte dos caroneiros exigiu “avião de apoio”, além de hospedagem e despesas de alimentação. A Presidência informa que “atendeu a pedido do Congresso”, com avião extra para convidados de última hora.


Dá tempo

A desculpa dos deputados foi falta de voo direto Brasília-Caracas. E arrancaram no bolso do contribuinte R$ 147 mil só no custo de avião.

 

Voos misteriosos

A prática contribui para vitaminar um escândalo ainda não explicado: as viagens clandestinas de “Rose” Noronha com Lula no Air Force 51.

 

Sempre o nosso

Além de políticos esquerdopatas, seguranças e um fotógrafo do presidente-adjunto Lula também foram à Venezuela nas asas da FAB.
         do site de Cláudio Humberto.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Hipocrisia

Jogo do bicho, raspadinhas, loto, sena, lotofácil, loteria federal...Tem tantos jogos por aí, ilegais ou não, mas o Brasil continua com a esquisita proibição de cassinos, que geram empregos, impostos e atraem turistas - muitos turistas. É uma grande hipocrisia. O governo proibe uma atividade legal e faz vista grossa com o jogo clandestino que existe em todo o País.


Nada como ter paciência

Foto
A mudança de comportamento do PT, desde que virou governo, faz lembrar uma historinha que era contada há tempos, em Brasília, pelo jornalista e advogado Edísio Gomes de Matos. Ele se lembrava de um tio, no interior do Ceará, que tinha uma farmácia onde se jogava o bicho. Um candidato a governador fez a campanha anunciando que ia acabar com o jogo do bicho e ganhou. Edísio procurou o tio, preocupado, para saber como ele se sentia diante da vitória do adversário. E o tio, sábio, respondeu:
- Não se preocupa, não, menino... Todo governo novo fica velho

do site de claudio humberto.

Comentário do blog: Cabe para vários governos.

Quadrilhas do tráfico assumem controle 
do entorno do DF

Levantamento da área da Polícia Federal que combate o narcotráfico revela um dado alarmante: o chamado “entorno” do Distrito Federal logo será controlado pelo crime organizado, num fenômeno semelhante aos do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense. Se nada for feito, e com urgência, as polícias Militar, Civil e Federal serão impedidas de entrar nessas áreas, como ocorreu por décadas nas favelas cariocas.

Falta investimento

Delegado de combate ao tráfico lamentou à coluna que os governos de Goiás e DF e o federal não parecem atentos ao avanço das quadrilhas.

Mercado

Ostentando a mais elevada renda per capita do País, Brasília virou a “meca” dos traficantes, inclusive aqueles expulsos dos morros do Rio.

do site de claudio humberto.

DOM ODILO ESTÁ SENDO QUEIMADO

Dom Odilo Scherer.
Maurício Savarese | Blog da Noblat
A imprensa italiana é a única lida por todos os 115 cardeais que votarão no conclave a partir de terça-feira. São os especialistas daqui que acompanham em fartura toda a glória e o infortúnio da igreja, enquanto a maioria dos grandes veículos de comunicação deixa no Vaticano uma equipe pequena, capaz de repercutir bem menos o que se passa por estas bandas.
Quando os diários italianos especulam sobre candidatos a papa, a leitura não pode ser tatibitate. Pode até haver convicção de quem planta notícia. Mas não se descarta lobby de assessores e, sem dúvida, uma disfarçada tentativa de inviabilizar um adversário. Muitas vezes, por os holofotes sobre um papabile serve exatamente para cristalizar impressões e evitar novas adesões.
Pois neste domingo, dois potenciais oponentes nas votações rezaram missas pré-conclave diante de mais jornalistas do que fiéis. Já são citados como os líderes da corrida para a sucessão do papa emérito Bento 16. O que pregaram não importa muito, nada saiu do roteiro. Mas os relatos dos jornais locais certamente não ajudam o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer.
Na agência italiana Ansa, a mais dedicada na cobertura do Vaticano, e nos jornais “La Reppublica” e “La Stampa”, dom Odilo é citado como “candidato da Cúria”, enquanto o arcebispo de Milão, Angelo Scola, faria parte de uma corrente reformista. O mesmo tom usou o canal de notícias 24 horas da TV estatal, a RAI, que exibiu um longo perfil do brasileiro depois de ignorá-lo até aqui.
A Cúria Romana, envolvida em uma série de denúncias de corrupção, é tudo o que a maioria dos 115 votantes quer evitar. O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, um dos pivôs de um escândalo de desvio de verbas da igreja, é tido como o apoio mais tóxico do conclave: quem ele apoiar, quase certamente será derrotado, dizem os especialistas italianos.
Leia a íntegra clicando aqui

do Pimenta.blog.br

domingo, 10 de março de 2013


Galeria de arte virtual e colaborativa

Projeto #TemArte, da JWT, agrega imagens de arte compartilhadas no Instagram

RAISSA COPPOLA| »
08 de Março de 2013  12:45
Interface do site do #TemArte
+
Interface do site do #TemArteCrédito: Divulgação
Catalogar e mapear expressões artísticas compartilhadas via Instagram. Esta é a proposta do #TemArte, site que agrega fotos de arte postadas na rede social. A espécie de galeria virtual e colaborativa de arte foi desenvolvida pela JWT.
"Já está inserido no dia a dia das pessoas o costume de fotografar e postar essas imagens no Instagram. As fotos podem até receber muitos 'likes' e comentários, mas acabam se perdendo no tempo", explica Patrice Lamiral, diretor de estratégia da agência e um dos responsáveis pelo #TemArte.
Participar do projeto é tarefa simples. Basta fotografar, utilizar a hashtag #TemArte e geolocalizar a imagem no post. As fotos passam por uma moderação realizada pela equipe da JWT, para que só fotos pertinentes ao tema sejam incorporadas ao site.



Leia Mais: http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/noticias/2013/03/08/JWT-cria-galeria-de-arte-virtual-untitled.html#.UT0_wBzvtMs#ixzz2NC5QUTfj
Follow us: @meioemensagem on Twitter | Meioemensagem on Facebook

Serasa e o perfil da mulher empreendedora

Consultoria afirma que o Brasil possui seis milhões de mulheres empreendedoras; a maioria está na região Sudeste



Somente 0,02% das mulheres empreendedoras têm participação em grandes companhias
+
Somente 0,02% das mulheres empreendedoras têm participação em grandes companhiasCrédito: SXC
Neste 08 de março, Dia Internacional da Mulher, a consultoria Serasa Experian divulgou uma análise sobre as mulheres empreendedoras no Brasil. Hoje, elas são cerca de seis milhões de pessoas. A maior parte (27,6%) está na faixa etária entre 31 e 40 anos e atua na região Sudeste (53,2%). Uma curiosidade da avaliação foi questionar até o signo dessas mulheres, a partir do que se constatou que a maioria é de leoninas e virginianas.

Mas as mulheres ainda precisam aumentar suas conquistas: a maioria esmagadora, 99,59%, é sócia de empresas de micro ou pequeno porte; 0,39% de companhias de médio porte e somente 0,02% tem participação acionária em instituições de grande porte. Muitas atuam no comércio e têm nível de vida modesto.

Também ficou claro que as mulheres mais jovens são as que têm menos ímpeto empreendedor. Depois da faixa predominante citada, a segunda mais forte é a de pessoas entre 41 e 50 anos (25,67%), seguida por aquelas entre 51 e 60 anos (18%).

Depois do Sudeste, o Sul é a região que concentra mais mulheres empreendedoras (19,5%). Na sequência estão Nordeste (15,9%), Centro-Oeste (7,1%) e Norte (4%). 


Leia Mais: http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2013/03/08/Serasa-traca-perfil-da-mulher-empreendedora.html#.UT0_WRzvtMs#ixzz2NC50BCPh
Follow us: @meioemensagem on Twitter | Meioemensagem on Facebook

Asteroide do tamanho de um quarteirão passou perto da Terra no sábado

Do UOL, em São Paulo
Um asteroide tão grande quanto um quarteirão passou relativamente perto da Terra no sábado (9), no mais recente episódio de uma série de visitas de objetos celestes que incluíram uma pedra do tamanho de um ônibus que explodiu sobre a Rússia no mês passado, ferindo 1.500 pessoas.
Descoberto apenas seis dias atrás, o asteróide de 140 metros de comprimento Asteroid 2013 ET passou a 950 mil quilômetros da Terra às 17h30 do sábado. A distância é cerca de duas vezes e meia a que separa o planeta da Lua, muito próxima em termos cósmicos.
"A parte que assusta é que foi algo que nós nem conhecíamos", disse Patrick Paolucci, presidente do Slooh Space Camera, durante uma apresentação que exibiu imagens ao vivo do asteroide a partir de um telescópio instalado nas Ilhas Canárias.
Se movendo a uma velocidade de cerca de 41.800 quilômetros por hora, o asteroide poderia ter eliminado uma grande cidade se tivesse caído na Terra, disse Paul Cox, engenheiro do telescópio Slooh.
Ampliar

Relembre o meteoro que explodiu no céu da Rússia25 fotos

3 / 25
Meteoro explodiu na região de Tcheliabinsk, nos Montes Urais (Rússia), nesta sexta-feira (15). Autoridades informaram que a explosão provocou danos em prédios e casas e deixou cerca de 500 feridos Leia mais Oleg Kargopolov/AFP

Asteroide é quase oito vezes maior que o da Rússia

O Asteroid 2013 ET é quase oito vezes maior que o que explodiu sobre Chelyabinsk, na Rússia, em 15 de fevereiro. A força a explosão, equivalente a 440 quilotons de dinamite, criou uma onda de choque quebrou janelas e danificou prédios, ferindo 1.500 pessoas.
Ainda naquele dia, outro pequeno asteroide, conhecido como DA14, passou a cerca de 27.680 quilômetros da Terra, mais próximo que órbitas de satélites de comunicação.
"Uma das razões de estarmos achando mais destes objetos é que há mais gente procurando", disse Cox.
Dois outros pequenos asteroides, ambos do tamanho do meteoro russo, também vão passar pela vizinhavizinhançaça da Terra neste final de semana. O Asteroid 2013 EC 20 passou a apenas 150 mil quilômetros de distância do planeta no sábado, disse Cox.

Asteroides menores dificilmente são descobertos pela Nasa

Neste domingo, o Asteroid 2013 EN 20 vai passar a cerca de 449 mil quilômetros da Terra. Ambos foram descobertos apenas três dias atrás. "Não estamos sentados em nosso pontinho azul sozinhos e seguros... Isso deveria ser um alerta para os governos", disse Cox.
A agência espacial norte-americana, Nasa, recebeu tarefa do Congresso dos Estados Unidos para rastrear todos os objetos próximos da Terra com 1 quilômetro ou mais de diâmetro e estima que cerca de 95% deles foram identificados.
Entretanto, apenas 10% dos asteroides menores foram descobertos, afirmam cientistas da Nasa.
O esforço tem como objetivo dar a cientistas e engenheiros o máximo de tempo possível para avaliar se um asteroide ou cometa está em rota de colisão com a Terra. Isso pode permitir o envio de uma nave ou a tomada de outras medidas para se tentar evitar uma catástrofe.
Cerca de 100 toneladas de material do espaço chegam à Terra todos os dias. Astrônomos atualmente esperam que um objeto do tamanho da pedra que explodiu sobre a Rússia atinja o planeta a cada cerca de 100 anos.
(Com Reuters)

quarta-feira, 6 de março de 2013

Produtores queimam cacau no porto de Ilhéus em protesto contra as importações de cacau africano de má qualidade

1 - Cacau baiano que preserva a mata atlântica - R$58,00, a @
2 - Cacau importado de Gana, com bichos vivos e frutos de trabalho infantil - R$84,00 a @
Qual a opção lógica?
As grandes compradoras escolheram a opção 2...
Proteste!
NOSSO APOIO A ESTE MOVIMENTO: Esta imagem será o SÍMBOLO deste movimento que deu seu primeiro passo hoje

O protesto contra as importações de cacau, realizado na manhã de ontem no Porto de Ilhéus, conseguiu unir fazendeiros, sindicatos, coop...erativas, associações, trabalhadores rurais, meeiros, agricultores da agricultura familiar, e integrantes do Movimento Sem Terras (MST). Todos em defesa do fortalecimento do cacau produzido do Sul da Bahia, que hoje sofre a concorrência de amêndoas de má qualidade, oriundas da África e da Ásia, inclusive países que explora a mão de obra escrava e infantil.
Os organizadores do movimento ficaram satisfeitos e perceberam que o caminho é a união, neste momento as diferenças politicas e ideológicas ficaram em segundo plano e mesmo com uma quantidade de pessoas abaixo da expectativa, ainda conseguiu atingir o objetivo de chamar a atenção do país para a situação especial por que passa a cacauicultura baiana.
 
Informações do Movimento Pensar Cacau

terça-feira, 5 de março de 2013

Bobo da Corte

Com mais da metade da população endividada, o ministro Guido Mantega (Fazenda) sacou o manual do otimismo, dizendo que “a crise não bateu na porta da família brasileira”. De fato: entrou sem bater.

Do site de Cláudio Humberto.

Desemprego no País sob suspeita de manipulação

Empresários e economistas suspeitam de manipulação dos índices de desemprego no Brasil, sempre positivos como na Argentina de Cristina Kirchner. Dão sentido à suspeita o “pibinho” vexatório, a queda de investimentos estrangeiros e nacionais, infraestrutura que não decola, indústria em baixa e inflação em alta. Talvez seja um novo “milagre brasileiro”, como o da ditadura – que depois se comprovaria falso.

Conta não fecha

Segundo o IBGE, com “pibinho” de 0,9% e fuga de investidores, em 2012 o desemprego oficial foi de 4,6%, um dos menores de sempre.

O que é ruim...

Rei do assistencialismo, Lula se irritou com uma pesquisa mostrando que há mais obesos que esfomeados no Brasil. E enquadrou o IBGE.

...IBGE esconde?

Desde o governo Lula, o IBGE é obrigado a submeter suas pesquisas ao Ministério do Planejamento, antes de divulgá-las. Muito suspeito.

Cof, cof

Dilma garantiu que a crise financeira internacional não “gerou pneumonia” no Brasil. Vai ver nosso termômetro veio da China...

do site de Claudio Humberto.

Comentário do blog: Realmente é esquisito esses dados sobre o desemprego, pois basta andar nas ruas e ver a quantidade de gente sem fazer nada e com cara de desesperança. Tenho vários amigos desempregados. Acho que os governos Lula e Dilma criaram a "Central das Boas Notícias" e todo mundo caiu nessa. 

sexta-feira, 1 de março de 2013

Não vá ao teatro

A nova “boutade” de Lula na CUT, nova tentativa de manter o  “Rosegate” fora do foco, gerou um apelo pândego no Twitter: “Procura-se John Wilkes Booth urgentemente”. Booth foi o assassino de Lincoln.

do site de claudio humberto.

Sponholz


Olha aí a propagada "competência" de Dilma e sua turma do PT

IBGE atesta 'pibinho': crescemos 0,9%

As expectativas da presidenta Dilma Rousseff em relação ao baixo crescimento do Produto Interno Bruto se tornaram reais. Nesta sexta (1º) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fixou o crescimento oficial do PIB em 0,9%. Ou seja, a soma das riquezas produzidas em 2012 chegou a R$ 4,403 trilhões. No ano anterior, o avanço do PIB foi de 2,7%. A previsão do mercado financeiro foi de que o PIB teria uma expansão de 0,98% . Já a expectativa do Banco Central, que divulga uma prévia não oficial do indicador, previu um aumento de 1,64%, mas a estimativa oficial da instituição para o crescimento da economia de 2012 foi fixada em 1%
 

Agronegócio: lobby
dos gigantes tenta
inviabilizar pequenos

Grandes frigoríficos e gigantes do agronegócio, que monopolizam o comércio de produtos de origem animal, fazem lobby poderoso, em Brasília, para impedir mudanças no Sisbi, sistema de inspeção oficial. O objetivo das mudanças é ampliar a adesão de pequenas e médias agroindústrias ao sistema de inspeção, nas esferas federal, estadual ou municipal. Com seus produtos certificados, pequenas empresas podem vendê-los em todo o País e não apenas localmente, como hoje é feito.

Nem pensar

Com as mudanças, será possível inspecionar e fiscalizar produtos de origem animal com mais abrangência. Os gigantes detestam a idéia.

Experiência piloto

Em Santa Catarina, a adesão de um consórcio de municípios ao Sisbi/Suasa gerou incremento de 200% na venda de produtos.

Mais segurança

Outro objetivo das mudanças no sistema é garantir mais segurança na qualidade do que é consumido, além de democratizar o mercado.

Comitê gestor

Membros dos ministérios da Agricultura e Desenvolvimento Agrário e Anvisa compõem o comitê gestor a ser criado. Os grandes não querem.

do site de claudio humberto.

" Não sou mais pontífice, mas um peregrino "

Papa Bento XVI se despedindo do Vaticano

Novas recomendações para publicidade em programas infantis começam a valer hoje

Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A partir de hoje (1º), estão proibidas ações de merchandising (publicidade indireta colocada em programas, com a exposição de produtos) dirigidas ao público infantil em programas criados ou produzidos especificamente para crianças em qualquer veículo. A norma faz parte das novas recomendações para a publicidade que envolve crianças e adolescentes, definidas no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.
Segundo o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), a publicidade de produtos e serviços direcionada a esse segmento deve se restringir aos intervalos e espaços comerciais.
As alterações, incorporadas à Seção 11 do código, que reúne as normas éticas para a publicidade do gênero, também preveem que as ações de merchandising em qualquer programação e veículo não empreguem crianças, elementos do universo infantil ou artifícios publicitários com o objetivo de captar a atenção desse público específico.
Segundo o Conar, a nova redação é fruto de um pedido da Associação Brasileira de Anunciantes, reconhecendo a necessidade de ampliar a proteção a públicos vulneráveis, e representa um aperfeiçoamento das normas anteriores. O órgão ressalta que, ainda que seja de adesão voluntária, o documento é unanimemente aceito e praticado no país por anunciantes, agências de publicidade e veículos de comunicação.
Ao defender regras mais restritivas para o setor, o Conar destaca ser contrário à proibição total da publicidade infantil, por entender que se trata de parte essencial da educação. “Privar crianças e adolescentes do acesso à publicidade é debilitá-las, pois cidadãos responsáveis e consumidores conscientes dependem de informação", disse, em nota, o presidente do conselho, Gilberto Leifert.
Para definição do público infantil, o código adota os parâmetros do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). De acordo com o ECA, são consideradas crianças meninos e meninas até 12 anos de idade incompletos e adolescentes, os que têm entre 12 e 18 anos de idade.
Na avaliação de Ana Cláudia Bessa, uma das fundadoras do movimento Infância Livre de Consumismo, coletivo formado por pais e mães inconformados com os estímulos da publicidade infantil ao consumo excessivo, é preciso esperar para verificar como as novas regras serão colocadas em prática e de que forma o Conar vai lidar com possíveis descumprimentos.
A ativista, que defende o consumo consciente, teme que a incorporação das recomendações seja um “movimento de bastidores” para  evitar que o Brasil tenha uma lei específica que regulamente o assunto.
“O Projeto de Lei 5.921/01, que proíbe a publicidade dirigida à criança e regulamenta a publicidade dirigida a adolescentes, tramita há mais de dez anos no Congresso Nacional. Tenho receio que, diante da grande pressão da sociedade, o Conar tenha feito essa alteração para evitar mudanças mais profundas, previstas no projeto”, disse.
Ela lembrou que a autorregulamentação do setor, exercida pelo Conar, é importante, mas não é suficiente, uma vez que o código em que se baseia não tem força de lei. “O Conar apenas recomenda. A lei é fundamental porque é preciso haver alguém que puna, que aplique multas pesadas em caso de descumprimento”, destacou.
Segundo especialistas, as crianças não têm desenvolvimento psicológico suficiente para identificar estratégias de persuasão utilizadas nas peças publicitárias e facilmente confundem o cenário e os resultados produzidos com a realidade.
É disso que a assistente de direção de arte Thaiane Pinheiro, 23 anos, se queixa. Mãe de um menino de 5 anos, ela diz que é preciso haver “muita conversa” e firmeza nas decisões para driblar o impulso consumista despertado pela propaganda nas crianças.
“Normalmente, ele quer todos os brinquedos que aparecem nos comerciais. Eu converso muito com ele e sempre dou [presentes] em datas comemorativas, como Natal e aniversário”, disse, destacando que é comum que o carrinho ou o boneco tão pedido perca a graça em pouco tempo.
“Muitas propagandas iludem as crianças. São sempre coloridas, mágicas e trazem a sensação de que, com o brinquedo, a criança pode ser um super-herói. Quando elas ganham o brinquedo ficam felizes por umas duas horas até descobrir que ele [o brinquedo] não faz tudo o que estava no comercial e logo passam a querer mais e mais”, disse.
Edição: Lílian Beraldo

Alô Alô: Baiano é uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio

O empresário e publicitário baiano Marco Lessa foi eleito, pela segunda vez, uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio no Br...